Insônia e ansiedade? Talvez você esteja com a Síndrome da Ansiedade Pós-Covid

Dor, insônia, depressão e ansiedade podem estar entre as sequelas da covid-19, também conhecida como Síndrome da Ansiedade Pós-Covid

mulher na cama com insonia e celular nas maos Pessoas foto criado por freepik - br.freepik.com

Nem todos sabem, mas alguns sintomas da Covid-19 podem persistir por meses ou até anos. É o que afirmam pesquisadores da Universidade de Oxford, que descobriram que 1 em cada 16 pacientes infectados com o Novo Coronavírus desenvolve algum transtorno mental até 3 meses após a infecção. Esses transtornos são chamados de Síndrome da Ansiedade Pós-Covid.

Mas, quais são esses transtornos?

De acordo com a médica reumatologista, Chiara Aparecida Borges Tiago, os mais comuns são ansiedade, depressão e insônia.

“O primeiro sintoma, normalmente, é a insônia, seguido por sensação de taquicardia (coração acelerado), falta de ar, garganta trancada, dor no peito ou sensação de aperto e até formigamentos nas mãos ou no rosto”, conta a especialista.

Dra. Chiara Borges - especialista em Reumatologia
Dra. Chiara Borges – especialista em Reumatologia

Quanto tempo duram os sintomas?

A médica explica que não se sabe exatamente quanto tempo os sintomas podem durar, pois variam de acordo com cada tipo de paciente e de transtorno que foi desenvolvido.

“Entretanto, estudos mostram que, normalmente, os sintomas da Síndrome da Ansiedade Pós-Covid podem persistir por 6 meses ou até mais. Temos pacientes com 9 meses de evolução e temos aqueles que com atividade física e acompanhamento psicológico e psiquiátrico adequados, conseguiram a cura com até 3 meses após início dos sintomas”, garante.

covid, coronavirus
Ilustração: Covid-19

Quem já sentiu na pele

É o caso da professora de Educação Física, de 32 anos, Aline Ito, que relata que não conseguia dormir por mais de 4 horas seguidas e, por isso, sentia-se extremamente cansada durante o dia.

“Eu tinha muita insônia, não conseguia dormir, me sentia ansiosa e também tive muitos esquecimentos. Eu ia falar uma coisa e sabia o que eu queria falar e qual era a palavra, mas a palavra sumia da minha cabeça e eu não conseguia lembrar de mais nada. Desconfiei que era a Síndrome de Ansiedade Pós-Covid, porque dois primos meus, que também tiveram Covid em períodos próximos, sentiram os mesmos sintomas”, relata Aline.

Aline Ito, professora de Educação Física
Aline Ito, professora de Educação Física

Como resultado, ela começou um tratamento com Maracugina para dormir melhor – que é um medicamento natural com propriedades sedativas e calmantes.

“Eu tomei Maracugina por uma semana mais ou menos. E, aos poucos, fui conseguindo voltar a dormir. Mas, até hoje não durmo igual antes. Aquela sono relaxado e profundo, sabe? Tenho um sono meio pingado, fico acordando algumas vezes durante a noite, mas pelo menos tenho dormido”, ressalta a professora.

O tratamento

Segundo a Dra. Chiara, ao observar a presença destes sintomas, a pessoa deve procurar um psiquiatra para ajudá-la com o tratamento.

“Normalmente usamos medicações para melhorar a qualidade do sono e acalmar o paciente, como a Benzodiazepinico. Porém, alguns podem necessitar de tratamento com ansiolíticos por longos períodos. Por isso, também é recomendado buscar fazer terapia com um bom psicólogo”, orienta a médica.

Crédito foto capa e ilustração: Pessoas foto criado por freepik – br.freepik.com

Compartilhe:

Você também vai curtir

Whatsapp do GURU

Acompanhe as novidades mais quentes do Guru direto no seu celular.

Clique Aqui