BPW Cuiabá realiza live solidária musical com o cantor Carlos Navas

O recurso será destinado ao Projeto Chita & Fuxico e ações de Responsabilidade social da BPW Cuiabá

carlos navas

No dia 27 de agosto, quinta- feira, às 20h30 (horário de Brasília), o intérprete Carlos Navas apresenta a Live Solidária Musical “Cantando Elas”, a convite da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, direto do Estúdio BR 378, na Capital Paulista. Parte do recurso será destinada ao Projeto Chita & Fuxico, mantido pela ONG Feminina, cuja missão é: “Agregar mulheres de negócios e profissionais, orientando e coordenando seu desenvolvimento pleno nas esferas de poder público e de mercado”.

O projeto Projeto Chita & Fuxico, foi criado por Sueli Batista conselheira superior da BPW Cuiabá e coordenadora da Comissão de Responsabilidade Social,  tem sustentabilidade em seu eixo estrutural, e visa a qualificação e a  geração de renda de mulheres em situação de vulnerabilidade social, por renda, vítimas de violência doméstica, mães com filhos portadores de necessidades especiais,  e também captar recursos financeiros e material para o fomento de outras iniciativas da BPW Cuiabá, que impactam positivamente a sociedade, e no empoderamento e na autonomia econômica da mulher.

O desejo, segundo a presidente Zilda Zompero, uma entusiasta do projeto, é de que através da live, parceria com o cantor, que assume todos os riscos da sua viabilidade, é que a BPW Cuiabá possa comprar suas primeiras máquinas de costura para destinar, primeiramente para mães com filhos portadores de microcefalia, que já tem sido ajudada pela instituição, com alimentos. O projeto já tem peças produzidas e contribuiu com a confecção de duas mil máscaras com feitio adornado com tecido chita que foram doadas para pessoas carentes.

Zilda Zompero presidente e Sueli Batista criadora do projeto e conselheira e criadora do projeto
Zilda Zompero, presidente, e Sueli Batista, criadora do projeto e conselheira.

Na elaboração do projeto foi pensado nos  Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) , que trata-se de uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro de 2015 composta por 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. O estímulo ao empreendedorismo e a economia popular solidária, fazem parte do projeto, sendo fatores considerados como determinantes para o desenvolvimento comunitário, uma vez que de forma cooperativa ou de grupos formais é possível combater as desigualdades e empoderar a sociedade.

Acompanhado pelo violonista Paulo Miranda, o artista reverencia o feminino da canção brasileira, tanto através de obras de compositoras, como em clássicos consagrados nas vozes de grandes estrelas. Maysa e Dolores Duran estarão presentes com “Ouça” e “A Noite do Meu Bem”, respectivamente. Muitos pensam que “Outra Vez”, um dos maiores hits de Roberto Carlos é de sua autoria, mas não.  Isolda é quem a compôs. Será a primeira vez que Navas vai interpretá la.

A dupla Luli & Lucina será homenageada em “Bandoleiro”, hit de Ney Matogrosso que será relido por ele também em estréia. Um momento alto será Marina Lima, em sua parceria com Antonio Cicero, “Acontecimentos”, gravada por Navas em 2003, mesmo ano que o paulistano esteve presencialmente em Cuiabá para duas apresentações concorridas e lotadas deste espetáculo no Teatro do Sesc Arsenal, foi a primeira edição do Março é Mulher, projeto que nasceu em Cuiabá e que hoje é nacional.

Ligação do artista com Cuiabá

Em 2006, Carlos Navas lançou um projeto especial chamado “Pássaro Passará”, no qual poemas de Sueli Batista foram musicados por Lucina e Alzira E (Ex Alzira Espíndola). Este álbum também chegou aos cuiabanos em show inesquecível, e se encontra disponível para ouvir, no site do Instituto Memória Musical Brasileira, do Rio de Janeiro, um dos maiores arquivos online de informações, sons e imagens da discografia nacional, Dele, inclui no roteiro a faixa título e “Chapada Reluz” (originalmente gravada em duo com Tetê Espíndola).Interpretar obras do CD Pássaro Passará “é minha homenagem a esta Cidade que amo”, declara Navas, cuja avó materna, Maria de Lourdes Nogueira Mendes, nasceu em Cuiabá em 1918.

O roteiro também inclui momentos importantes de sua discografia, como “Avesso”, de Marco Vilane, que esta no recente CD “Crimes de Amor”. A live será transmitida pelo canal do artista no Youtube – Carlos Navas Cantor, compartilhada pelo instagram da BPW Cuiabá @bpwcuiaba e do próprio Navas – @carlosnavascantor

Para contribuir com doações acima de R$ 30,00 para o Projeto Chita & Fuxico na Live Solidária Musical, pode ser feito depósito na seguinte conta:

Banco Sicredi – 748
Agência 0810
C/C: 14872-5
Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais
CNPJ: 04.840.819/0001-18

* Para os que preferirem dar em outras doações compatíveis ao projeto: Máquinas de costura, cones de linha, peças de tecidos, pode também. Informe-se pelo celular (65) 99981.3389.

SOBRE CARLOS NAVAS

O cantor  tem dez discos solo elogiados. Em seu repertório, reúne autores contemporâneos expressivos como Alzira Espíndola, Itamar Assumpção, José Miguel Wisnik, Marina Lima e Vitor Ramil. Em vinte e três anos de carreira, lançou álbuns temáticos dedicados a Mario Reis e Custódio Mesquita e também dois cd´s infantis: “Algumas Canções da Arca… “(2004) e ”Canções de Faz de Conta” (2007), onde interpreta, respectivamente, Vinicius de Moraes e Chico Buarque para crianças. Em 2013, chegou ao mercado o DVD ENSAIO, que registra sua passagem pelo programa homônimo, dirigido por Fernando Faro. O acústico “Crimes de Amor” (2015/2017) é seu décimo álbum e mereceu elogios unânimes da crítica. Em 2016, regrava em voz e piano “O Chamado”, hit de Marina Lima (em parceria com Giovanni Bizzotto), que se torna seu primeiro single exclusivamente digital. É convidado pelo músico Guga Stroeter no ano seguinte para ser a voz do espetáculo em Tributo aos 30 anos do quinteto de Jazz Nouvelle Cuisine. Site Oficial / Canal Youtube / Spotify; Instagram: @carlosnavas.cantor / Fan Page; Perfil Pessoal Facebook 

DISCOGRAFIA

Pouco pra Mim (Dabliú/1997)

Sua Pessoa (Dabliú/ 2000)

Tanto Silêncio (Movieplay/2003)

Algumas Canções da Arca…. (Movieplay/2004)

Pássaro Passará (Independente/2006)

Quando o Samba Acabou – Dedicado a Mario Reis (Lua Music/2007)

Canções de Faz de Conta  (Lua Music/2007)

Tecido (Lua Music/2010)

Junte tudo que é Seu… – Canções de Custódio Mesquita em Voz e Piano (Independente/Tratore/2011)

DVD Ensaio (Independente/Tratore/2013)

Crimes de Amor (Independente/Tratore/2015)

Fonte: assessoria

Compartilhe:

Você também vai curtir

Whatsapp do GURU

Acompanhe as novidades mais quentes do Guru direto no seu celular.

Clique Aqui