Educação pública: Dimas, um educador que transforma o mundo

Ele é professor de Língua Portuguesa, tem 53 anos, nasceu em Minas Gerais e que há 21 anos trabalha na Escola Estadual Ulisses Cuiabano, no bairro Jardim Cuiabá, na Capital. Atualmente Dimas Antônio da Silva ocupa o cargo de diretor da instituição e ficou conhecido nas redes sociais por realizar uma campanha em locais públicos para arrecadar livros paradidáticos para os alunos. A arrecadação foi um sucesso, dos 835 livros necessários, eles receberam mais de 3.700 doações, não só de Mato Grosso, mas também de pessoas do Rio de Janeiro, Maranhão São Paulo, Paraná e Rondônia.

Mas essa não foi a primeira vez que Dimas foi para a rua lutar pela escola em que trabalha e pelo que acredita: na educação como forma de transformar o mundo. “Sempre faço campanhas. Agora estamos tentando conseguir psicólogo para atender os alunos, porque muitos sofrem bulliyng e até assédio em casa e precisamos ajudar esses estudantes. Porque muitas vezes não adianta só ficar falando e reclamando que o governo não faz, é preciso fazer alguma coisa”.

Em seu terceiro mandato como diretor – cargo que é eleito pela comunidade escolar –, ele afirma que por causa dos recursos restritos, coloca a mão na massa sempre que é preciso, o que inclui vários trabalhos que não fazem parte de sua função. “Troco lâmpada, faço pequenos reparos, se precisar construo bancos, podo árvores e roço o mato. Se tivéssemos dinheiro poderíamos contratar alguém, mas como não temos, apenas reclamar não resolve o problema”.

Sobre a campanha de arrecadação de livros, que superou, e muito, as expectativas de todos, o professor afirma que é mais uma prova que a maioria das pessoas quer o bem do próximo, bem esse que está sendo compartilhado com outras unidades escolares. “Como ultrapassamos a meta, conseguimos ajudar uma escola do campo e ainda vamos ajudar outras escolas. Muita gente contribuiu, não temos como agradecer todo mundo, as empresas, as pessoas que enviaram livros pelos Correios. Acredito que as pessoas boas ainda são maioria”.

Compartilhe:

Você também vai curtir

Whatsapp do GURU

Acompanhe as novidades mais quentes do Guru direto no seu celular.

Clique Aqui