fbpx

Notícias

Sexo, uma das 5 indicações para fazer o cérebro gerar novos neurônios

Exercitar o cérebro – Curso da Vida

A ciência comprova que o ser humano tem capacidade de gerar novos neurônios em qualquer idade, não apenas na fase embrionária, como se pensava no passado. É o processo conhecido como neurogênese adulta.

Alguns estudos, como o do King’s College de Londres, apontam que é possível fazer esses processos de neurogênese adulta – que podem reforçar os neurônios e melhorar o cérebro – com hábitos de vida saudáveis como dieta, exercícios físicos, praticando sexo, lendo mais e tendo amigos.

Sandrine Thuret, neurocientista do King’s College de Londres, afirma com contundência que o hipocampo continua gerando neurônios fundamentais para os processos de aprendizagem e memória durante toda a vida.

Veja o que fazer:

1) Caminhar 5 vezes por semana

via GIPHY

Cientistas da Universidade de Jyväskylä, na Finlândia, descobriram que é uma das técnicas mais adequadas para aumentar a neurogênese. A corrida ou os exercícios de resistência se revelam uma prática adequada, mas é suficiente “caminhar a bom ritmo cinco vezes por semana”, segundo Pablo Irimia.

2) Dieta saudável

via GIPHY

Apostar na dieta mediterrânea e em planos hipocalóricos parece ser, de novo, a decisão mais acertada. Outros estudos também citam os flavonoides como alimentos que propiciam a neurogênese adulta. Chá verde, uvas roxas e, sem dúvida, alimentos ricos em antioxidantes devem ser incluídos na dieta habitual por seus efeitos positivos para evitar a degeneração celular.

3) Sexo

via GIPHY

O estudo publicado pela US National Library of Medicine comprovou que o hipocampo produz neurônios novos quando o corpo fica exposto à prática do sexo de forma continuada, melhorando assim a função cognitiva. Mas avisam: “A experiência sexual repetida pode estimular a neurogênese adulta desde que esta persista no tempo”. Cabe a cada um estabelecer os horários.

4) Controle o estresse e a ansiedade

via GIPHY

Isso também é um fator determinante para o correto funcionamento do cérebro, para a manutenção da plasticidade neuronal e para o fomento de processos de neurogênese mais relevantes. Cientistas da Universidade de Oregon apontam que a meditação, entendida como um exercício que controla e elimina a tensão, é uma prática que desencadeia a geração de novos neurônios em idade adulta. Em conclusão: alguns minutos por dia para deixar a mente em branco ajudarão o cérebro tanto em curto como em médio e longo prazos.

5) Amigos e leitura

via GIPHY

“A aprendizagem gera conexões entre as diferentes regiões do cérebro e por isso é fundamental para que este possa evitar sua deterioração”, explica o neurologista Irimia, que acrescenta: “Não se trata unicamente de ler muito, mas também de manter uma interação social habitual e estimular constantemente o cérebro”.

Fonte: Só Notícia Boa