5 destinos naturais incríveis para conhecer em Mato Grosso

Chapada_Guimaraes_Véu_da_Noiva

Sabe aquele ditado que diz que a grama do vizinho é sempre mais verde? Muita gente conhece diferente lugares no exterior ou em outros estados, mas nunca visitou sequer um dos incríveis destinos naturais que temos por aqui.

Você conhece pelo menos três destinos turísticos em Mato Grosso? Esse é o nosso desafio: apresentar 5 lugares fantásticos em nosso estado, para que você se encante, e quem sabe no seu próximo passeio, escolha algum desses locais para visitar.

Depois é só compartilhar com a gente como foi sua experiência por terras mato-grossenses. Marque uma foto na Fan Page do Guru da Cidade.


1-Nobres

Nossa primeira parada é num lugar mais que bonito, onde você pode fazer flutuação entre peixes, tomar banho de cachoeira, descer o rio de boia e assistir a revoadas de araras ao pôr do sol. Só tem um pequeno detalhe que você precisa saber, antes de partir, para não se perder no meio do caminho. As maravilhas de Nobres ficam no Distrito de Bom Jardim (a 65 km da sede da prefeitura municipal). Para chegar lá, existem dois trajetos asfaltados. Cuiabá – Nobres (190 km) ou Cuiabá – Bom Jardim (150 km).

Para conhecer os pontos turísticos de Nobres ou de Bom Jardim (como você preferir chamar), é preciso comprar os passeios em agências, que ficam em Bom Jardim, pode ser com antecedência ou na hora que chegar lá.

Passeios:

Balneário Estivado – Ideal para família com crianças. A água é acima da cintura, totalmente cristalina e muitos peixes.

Aquário Encantado – Flutuação no aquário Encantado. O local oferece guia local, equipamentos, treinamentos e uma descida no Rio Salobra de 1000 metros em superfície. O passeio dura em torno de 02h30, com início a partir das 07h30.

Lagoa das araras – Contemplação das araras e pôr do sol, com uma variedade de pássaros. Horário ideal: a partir das 17h.

arara azul
Divulgação

Cachoeira Serra Azul –A cachoeira tem 45 metros de queda livre, inclui equipamentos para mergulho e tem a opção de descer 700 metros de tirolesa.

É possível fazer um bate-volta (Cuiabá-Nobres), agora, se você está com tempo e quer aproveitar cada cantinho desse ponto turístico, aconselhamos pelo menos dois dias. Com certeza, sairá de lá com certeza de que aproveitou tudo que o lugar oferece. Sem contar, que há pousadas lindas para descansar.

Clique aqui para  fazer um tour pelas maravilhas de Nobres


2-Chapada dos Guimarães

chapada dos guimarães
Divulgação

O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães tem em seus arredores a maior gruta de arenito do Brasil, cachoeiras como a exuberante Véu de Noiva, uma profusão de paredões de pedra alaranjados e belos rios. Você pode chegar ao local saindo de Cuiabá, pela estrada MT-251, a distância é de 60 km.

Para ver as principais atrações do parque, como a Gruta Azul e a Caverna Aroe Jari, siga pela MT 251, sentido Campo Verde, são 41 km dos quais 25 são de terra. Na cidade de Chapada, mesmo nome do parque, há várias pousadas, das mais simples até hospedagem de charme, classificada pelo Guia Brasil. Os preços também são para todos os bolsos.

A melhor época para conhecer Chapada dos Guimarães é no verão, para tomar banho nas cachoeiras e ter boa vista nos mirantes. No inverno faz bastante frio e costuma ter muita neblina. Para quem pretende se aventurar em Chapada, o Guru sugere: roupas leves, água, protetor solar e repelente.

Lugares que vale a pena conhecer:
-Parque Nacional da Chapada dos Guimarães
-Caverna Aroe-Jari e Gruta da Lagoa Azul
-Mirante Morro dos Ventos
-Cachoeira Véu da Noiva
-Mirante da Chapada (Centro Geodésico)
-Cachoeirinha e Cachoeira dos Namorados
-Mirante Alto do Céu
-Morro de São Jerônimo
-Circuito das cachoeiras
-Trilha do Mel

Clique aqui e faça um tour por chapada aqui


3-Jaciara

Foto: Michelle Bueno

A 145 km de Cuiabá, Jaciara é um dos locais preferidos dos amantes de esportes radicais. A cidade é repleta de grutas, cachoeiras e corredeiras, que atrai adeptos do rafting e do rapel.

O rio Tenente Amaral é onde acontecem as atividades que exigem coragem e muita atenção dos praticantes – não é preciso ter experiência. As instruções são repassadas antes da saída para a aventura.

Se você gosta de adrenalina, Jaciara é o local perfeito para viver grandes emoções. Mas, se você não tem uma veia tão radical, pode aproveitar o Balneário Thermas Cachoeira da Fumaça, que é perfeito para relaxar. São piscinas de águas correntes, toboáguas, cascatas, cachoeiras, redário, quiosques, trilhas, jardins e restaurante. O valor do ingresso é por dia e garante curtir todo o complexo com almoço incluído.

Fora da água também há muito para ver e fazer em Jaciara. A 15 km do centro, na fazenda Castanheira, fica o Sítio Arqueológico Vale das Perdidas, repleto de pinturas rupestres que remetem a inscrições datadas há mais de 3 mil anos.  Já na Fazenda Vertente, a 60 km, a atração é a Caverna que Chora. Dividida em várias galerias e salões de arenito, guarda uma surpresa no último salão: uma pequena cachoeira que forma uma banheira natural, apelidada de Cachoeira do Amor.

Clique aqui e conheça mais 


4-Salto das Nuvens

cachoeira salto das nuvens
Divulgação

Ponto turístico referência de Tangará da Serra, a cachoeira Salto das Nuvens é formada pelo rio Sepotuba e tem, logo após a queda, uma praia natural de água doce.

No local há estacionamento, telefone público, lanchonete, loja de souvenirs, restaurante, locação para shows e eventos, sala de jogos, redário, deck para pescaria, hospedagem para 22 pessoas (chalé e casas).

Esse paraíso situa-se na rodovia MT 358, km 21, (sentido Tangará da Serra a Campo Novo do Parecis).

Clique aqui e saiba mais sobre o local


5-Porto Cercado

Sesc Porto Cercado

O Hotel Sesc Porto Cercado é uma das principais referências em hotelaria e ecoturismo do Pantanal brasileiro. Está localizado no Pantanal de Poconé e de Barão de Melgaço, às margens do rio Cuiabá, a 145 km de Cuiabá.

O espaço oferece serviços de hospedagem, restaurante, área de lazer com piscinas, salão social, academia de ginástica, cinema, pistas para caminhada, passeios e o Eixo Ambiental composto pelo Centro de Interpretação Ambiental, Borboletário, Coleção Entomológica e Formigueiro.


Dentre as principais atrações estão: contemplar o nascer do sol no horizonte da água do rio, navegar até o rancho pantaneiro e apreciar a cultura local manifestada na casa, nos costumes, no falar e no cantar pantaneiro; ou ainda se aventurar na focagem noturna dos animais às margens dos rios. O acesso pode ser por via terrestre, aéreo e fluvial.

Clique aqui para conhecer toda a estrutura do Porto Cercado

Gostou dos locais escolhidos? Conte para a gente quais desses lugares você já visitou e quais outros vale a pena conhecer em Mato Grosso. Pode ser por mensagem, vídeo ou foto. Email: redacao@gurudacidade ou compartilhe no Facebook.

Compartilhe:

Você também vai curtir

Whatsapp do GURU

Acompanhe as novidades mais quentes do Guru direto no seu celular.

Clique Aqui