fbpx

Notícias

O tipo de mamilo interfere na amamentação? / Por Carol Polato

carol amamentando

Quando falamos em amamentar, os mamilos são alvo de grande preocupação para as mães desde a gestação. Muitos mitos, falta de informação e orientação inadequada podem levar ao fracasso desnecessário da amamentação.


Os mamilos são classificados em 4 tipos, Protuso ou normal, plano, comprido e invertido

Vale ressaltar que a característica mais importante dos mamilos para a amamentação é a protractilidade, ou seja, o quanto eles se sobressaem quando estimulados.

Protuso ou normal: É o tipo mais comum entre as mulheres. Trata-se do mamilo que se exterioriza pelo menos um centímetro em relação à aréola, sem a necessidade de estímulos.

Comprido: Pode dificultar a amamentação porque o bebê tem a tendência de pega só o bico, podendo levar ao aparecimento de fissuras

Plano: Não se sobressai na aréola.

Invertido: Os mamilos verdadeiramente invertidos são aqueles que não são salientes e não se protraem quando a aréola é comprimida e não são flexíveis.

Na maioria dos casos os mamilos são falsamente invertidos, isto é, não são salientes, mas se protraem quando são estimulados. podem aparentar serem planos ou invertidos antes da gravidez, mas podem protrair até o parto ou ao longo dos primeiros dias de vida do bebê, adquirindo a forma normal, com o estímulo da sucção do bebê ou até mesmo da bomba extratora de leite.

Exercícios durante a gravidez para a protusão do mamilo são desaconselhados por não apresentarem resultados.

A pega correta ao seio leva o bebê a abocanhar o máximo de aréola possível e manter o mamilo na junção entre o palato duro e o palato mole, fazendo assim com que o reflexo de sucção seja desencadeado. Quando a mãe possui mamilos planos ou invertidos, o bebê precisará se adaptar a melhor maneira de mamar, mas isso não será um impedimento à amamentação, já que o bebê não mama o mamilo e sim a aréola como descrevi acima.

Lembre-se! A amamentação é um processo de aprendizagem, tanto para a mãe como para o bebê.

É muito importante que durante a gestação as mamas possam ser avaliadas por um profissional capacitado a fim de evitar problemas futuros, orientando corretamente à mãe sobre qual será a melhor conduta durante a amamentação.

Anna Carolina Polato é consultora internacional em amamentação, certificada pelo IBLCE (Internacional Board Lactation Consultant Examiners – IBCLC L105980), Enfermeira (COREN 194.002), formada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo e Especialista em Neonatologia pelo Centro Universitário São Camilo.

Para saber mais sobre amamentação, entre no blog Momy Assessoria Materno Infantil ou no facebook.