fbpx

Notícias

Colombianos abrem as portas para trocas culturais

CASA CARAMBOLAS cinza

Por Maria Clara Cabral

A Casa das Carambolas é a residência do casal de  colombianos Maria Isabel Giraldo e Pablo Santamaría, que, periodicamente, está aberta ao público para trocas culturais e experiências artísticas. A casa, localizada no bairro Boa Esperança, em Cuiabá, não tem a pretensão de ser um museu ou centro cultural, mas um laboratório de ideias, além de fomentar processos criativos e transdisciplinares.

  

Eles realizam debates temáticos que chamam de ‘falas’ e oficinas experimentais chamadas de ‘clubes’, sempre com convidados facilitadores. “Para nós, a produção artística não se limita a eventos, mas são processos” explicam. Um de seus próximos projetos é a formação de um clube de desenho, sem intenção de formação técnica, para que pessoas que nunca experimentaram esse tipo de arte tenham contato. Até o pé de carambola, plantado no quintal, possibilita experimentos culinários para o casal, que também faz doces com a fruta para vender.

Maria Isabel é formada em Design, faz mestrado em História na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e sempre quis conhecer o país. “Eu fiquei apaixonada pelo Brasil desde a época da faculdade e pensei “um dia quero ir para lá fazer qualquer coisa’”. Começou a estudar português e, após algumas tentativas de bolsa de estudo, veio para Cuiabá em março do ano passado. “Eu tive a opção de escolher três cidades, em três regiões do Brasil, e acabou dando certo para cá”, conta.

Pablo chegou em agosto do último ano e hoje estuda no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO) da UFMT. O casal trabalhava em Bellas Artes, a mais antiga faculdade de artes plásticas e visuais de Medelín. O arqueólogo conta que lá tinham contato com práticas artísticas contemporâneas, que têm a proposta de pensar a arte para fora da academia e democratizá-las.

A Casa das Carambolas foi uma forma de dar continuidade às experiências na Colômbia e trazê-las a Cuiabá. “Esse tipo de coisa já acontece aqui. Cuiabá é uma cidade importante, interessante, de vanguarda e que tem gente produzindo coisas diferente e interessantes, mas como as pessoas confundem arte com grandes museus, esses espaços alternativos não são considerados práticas artísticas e não são conhecidos” afirma Pablo.

O espaço também tem programações voltadas para o cinema, com exibição de filmes ao ar livre, e hoje é um espaço de troca e interação entre a cultura cuiabana e colombiana onde o casal tem feito muitos amigos. “A ideia é usar as coisas que a gente aprendeu, nossas experiências de vida e trabalho, porque quando você faz um intercâmbio você faz isso”, diz Maria Isabel, que dá aulas de inglês e pretende fazer ‘falas’ em outros idiomas como inglês, espanhol e italiano.

Saiba mais sobre a programação da casa pelo facebook A Casa das Carambolas e vá bater um papo com os colombianos mais cuiabanos do momento.

Clique aqui para ver a página da Casa das Carambolas.