Turismo arquitetônico: 8 igrejas que valem a pena visitar em MT

igreja matriz

Por Thalyta Amaral

Igrejas são monumentos que vão além da parte religiosa. Elas contam a história da cidade e da comunidade em que estão instaladas e são símbolos de fé, resistência e resiliência ao longo do tempo. Das mais simples às mais cheias de detalhes, Mato Grosso possui vários exemplos de igrejas que valem a pena visitar e aproveitar a experiência. Não sabe onde ir? O Guru da Cidade te mostra 10 igrejas que valem a pena visitar. Confira!

1) Igreja Nossa Senhora da Penha de França

Essa foi a primeira igreja do estado, onde foi realizada a primeira missa, em 21 de fevereiro de 1721, dois anos após a chegada dos bandeirantes em solo mato-grossense. Localizada no Distrito do Coxipó do Ouro, a cerca de 30 quilômetros da zona urbana de Cuiabá, a igreja foi construída às margens do rio Coxipó-Mirim, região onde começou a colonização da região central do país.

Igreja Nossa Senhora da Penha de França
Igreja Nossa Senhora da Penha de França

Serviço:

Rua Benedito D. Pedroso, s/n – Distrito do Coxipó do Ouro, Cuiabá.

2) Catedral Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá

Fundada em 1722, a Catedral Basílica Senhor Bom Jesus de Cuiabá, também conhecida como Igreja Matriz, está localizada no coração da Capital, na Praça da República. A atual estrutura é do ano de 1973, quando a igreja foi reconstruída após o antigo prédio ter sido demolido. Entre as curiosidades do local estão a cripta no subsolo que guarda os restos mortais de personalidades como Pascoal Moreira Cabral, Miguel Sutil de Oliveira e Dom Francisco de Aquino Corrêa.

Serviço:

Praça da República, s/n – Centro Norte, Cuiabá.

3) Igreja Nossa Senhora de Sant’Ana

Construída com mão de obra indígena, a Igreja Nossa Senhora de Sant’Ana é a construção que preserva a arquitetura barroca em Mato Grosso e está localizada no Centro de Chapada dos Guimarães, na praça Dom Wunibaldo. Fundada em 1779, essa igreja é tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional e apresenta duas características notáveis: a travação de caibros sem longarina de cumeeira e a imagem de São José de Botas, imagem de inspiração garimpeira.

Igreja Nossa Senhora de Sant’Ana
Igreja Nossa Senhora de Sant’Ana

Serviço:

Rua Cipriano Curvo, Centro, Chapada dos Guimarães.

4) Catedral Sagrado Coração de Jesus

Inaugurada em 2007, a Catedral Sagrado Coração de Jesus é o símbolo da fé católica em Sinop. O templo é um monumento à Santíssima Trindade e possui três torres, três entradas e três canteiros no jardim. Já as quatro colunas internas representam os pontos cardeais e os quatro evangelistas: Mateus, Marcos, Lucas e João. Também faz parte da simbologia da Catedral os oito tapetes e a estrela de oito pontas, que lembra o Novo Testamento.

Catedral Sagrado Coração de Jesus
Catedral Sagrado Coração de Jesus

Serviço:

Praça Catedral, Setor Comercial, Sinop.

5) Igreja Nossa Senhora do Carmo

Igreja Matriz de Várzea Grande, a Igreja Nossa Senhora do Carmo fica na Avenida Filinto Müller e foi inaugurada na década de 50 e reformada 20 anos mais tarde. Presente nas principais fotos do município é um dos símbolos de Várzea Grande e tem entre os seus atrativos um monumento de Jesus, sentado em um banco, onde os fiéis podem se aproximar.

Serviço:

Avenida Senador Filinto Müller, 1420, Centro Sul, Várzea Grande.

6) Igreja Nossa Senhora do Livramento

Conta a sabedoria popular que no começo do século 20, uma imagem de Nossa Senhora do Livramento, vinda de Portugal, seria levada para Vila Bela da Santíssima Trindade, mas ao passar pelo povoado de São José dos Cocais, o burro que carregava a santa empacou e só andava quando tiravam a imagem de seu lombo, com isso os chefes da comitiva teriam desistido de ir adiante e construíram ali um rancho para abrigar a santa, que passou a nomear a localidade. Formalmente, a Paróquia de Nossa Senhora do Livramento foi criada em 1835 e é referência na região até hoje.

Igreja Nossa Senhora do Livramento
Igreja Nossa Senhora do Livramento

Serviço:

Avenida Coronel Botelho, sn, Nossa Senhora do Livramento.

7) Paróquia Santa Cruz

Oficialmente a Paróquia Santa Cruz, em Alta Floresta, foi criada em 1977, na mesma época em que chegaram os colonizadores da empresa que desenvolveu a região. Mas antes disso, o padre Geraldo Silva Araújo, que atendia o povo da região de Colíder, já prestava assistência religiosa às famílias do local que se tornaria o município de Alta Floresta. A primeira missa foi realizada em setembro de 1976, em uma celebração improvisada, sem nenhuma estrutura.

Paróquia Santa Cruz
Paróquia Santa Cruz

Serviço:

Avenida Ariosto da Riva , A, Alta Floresta.

8) Paróquia São Pedro Apóstolo

Criada em junho de 1965, em Pedra Preta, a Paróquia São Pedro Apóstolo funcionou no prédio da capela da Escola São Pedro e só passou para sede própria em 1970, com inauguração na Missa do Galo, com término da obra em 1972, quando foram construídas a Sacristia e a varanda.

Paróquia São Pedro Apóstolo
Paróquia São Pedro Apóstolo

Serviço:

Rua Sergipe, 303, Pedra Preta.

Compartilhe:

Você também vai curtir

Whatsapp do GURU

Acompanhe as novidades mais quentes do Guru direto no seu celular.

Clique Aqui