Notícias

Separação pode trazer tanta dor quanto o luto. É possível superar?

separação

Por Guru da Cidade

Quem nunca sofreu pelo fim de um relacionamento? Várias músicas falam sobre o tema, desde “Fio de Cabelo”, um clássico da música sertaneja de Chitãozinho e Xororó, passando por “Não teve amor”, da cantora Joelma (sobre como foi bom ter terminado), até “Terapinga”, da dupla Fernando e Sorocaba, em que o novo solteiro se acaba na bebida para esquecer a ex. Para algumas pessoas o término de um namoro ou casamento é tão sofrido quanto perder um ente querido, podendo até levar à depressão. Apesar de não existir uma saída fácil, é preciso buscar ajuda para superar o término e saber não só ser feliz solteiro, como também estar bem consigo mesmo.

separação
separação

Para a psicóloga Fernanda Borges Araújo, se relacionar com alguém é fazer um investimento emocional e por isso dói tanto. “É muito comum vermos esses casos nas clínicas. As mulheres procuram mais ajuda, os homens tem mais vergonha, especialmente se sofreram traição. Não é vergonha procurar ajuda e a psicoterapia ajuda não só a pessoa a superar essa angústia do término, como também a viver bem consigo mesmo, estando sozinho”.

A psicóloga Fernanda Borges Araújo dá dicas de como superar

Nos relacionamentos mais longos, pode até rolar uma “perda de identidade”, pois se viveu tanto com uma pessoa, que não se sabe como agir sem ela. “A psicoterapia ajuda nessa volta de identidade, de descobrir que é, de enxergar que a vida pode continuar sem aquela pessoa. E nem sempre precisa ser de longo prazo, porque é possível focar no caso e se livrar da dor de maneira mais rápida. Mas, para isso, é importante procurar ajuda”, explica a psicóloga.

O processo pode ser mais demorado quando existe a dependência emocional. “Porque quando a dependência é financeira, é só trabalhar que se resolve. A dependência emocional é a pior. Com a psicoterapia, a pessoa aprende que vai conseguir ser feliz de novo e até se entender melhor para futuros relacionamentos. O importante é não ficar sofrendo sem procurar ajuda”, enfatiza Fernanda.

feliz sozinho
É possível ser feliz sozinho

E terminar um relacionamento também pode ser a oportunidade de se redescobrir. Novos hobbies, gostos diferentes, mudança no visual, redecorar a casa, enfim, tentar algo apenas para se agradar. Nem sempre vai ser fácil, mas irá valer a pena, como aconselha a psicóloga: “é um processo, mas com ajuda é mais fácil superar”.