Notícias

Cine Alternativo: Orgulho e Preconceito chega ao Cine Teatro para ser debatido

pride-prejudice-original

Por Guru da Cidade

Por meio do projeto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) “Ver o livro, ler o filme” sobre adaptações ao cinema de obras literárias, será exibido o clássico Orgulho e Preconceito, no Cine Teatro, às vésperas do feriadão.

Após a exibição do longa, serão realizado debates com mediadores que pretendem incentivar a leitura crítica tanto dos filmes quanto dos livros que lhes serviram de base. Os interessados em obter certificados de participação (como ouvintes) deverão assinar a lista de presença disponível no local.

Mas se você só quer assistir um filme, de forma gratuita ou preços que cabem no bolso, vejam as outras opções de películas.

CINE TEATRO

29/05 – Terça-feira – 19h30

Carne trêmula

Madri, janeiro de 1970. Uma prostituta tem um filho em ônibus, quando tentava chegar na maternidade. O bebê se chama Victor. Após vinte anos, Victor (Liberto Rabal) está começando sua vida adulta e tenta se encontrar com Elena (Francesca Neri), desconhecida com quem, uma semana antes, teve um fugaz encontro.

Censura: 18 anos

30/05 – Quarta-feira – 19h30

Orgulho e Preconceito

Elizabeth Bennet vive com sua mãe, pai e irmãs no campo, na Inglaterra. Por ser a filha mais velha, ela enfrenta uma crescente pressão de seus pais para se casar. Quando Elizabeth é apresentada ao belo e rico Darcy, faíscas voam. Embora haja uma química óbvia entre os dois, a natureza excessivamente reservada de Darcy ameaça a relação.

Censura: Livre

SESC ARSENAL

31/05 – Quinta-feira – 19h30

Terra Vermelha

Um grupo de índios vive em uma fazenda trabalhando como escravos e ganham alguns trocados para posarem como atração turística. Eles decidem reivindicar suas terras de seus ancestrais por direito, começando um grande conito com os fazendeiros da região.

Censura: 14 anos

1º/06 – Sexta-feira – 19h30

Maré, Nossa História de Amor

Analídia é filha de um chefe do tráfico de drogas preso, que briga pelo poder com o irmão de Jonatha na favela da Maré. Separados pelo ‘apartheid’ entre as facções rivais, eles encontram no grupo de dança da comunidade, um refúgio para o amor, a arte, o sonho e a possibilidade de uma vida longe do crime. Jonatha é MC da comunidade e seu sonho é gravar um CD.

Classificação: 14 Anos